pasquins

pasquins

domingo, 27 de dezembro de 2015

Macacada com droga no bornal




Os super dragões e o seu chefe madureira tem um historial bem conhecido das autoridades. 

O curioso é que só nomes pouco sonantes, como Pidá, tem sido condenados. 

Aguardemos que com a detenção desta truta da droga, a  macacada venha ao de cima
.

sábado, 26 de dezembro de 2015

Almoçaradas sem voucher

J Lagarto foi apanhado, acompanhado do seu advogado, a almoçar, num restaurante da coelho da rocha em campo de ourique, com alguns conhecidos jornalistas.

José Manuel Freitas e Rui Pedro Braz da TVI24; Miguel Prates, Sport TV; João Bonzinho A Bola; e José Ribeiro, Record, eram os parceiros de mesa.

 Dizem as más linguas, que nenhum dos cujos foi contratado para fins menos honestos ou violadores da deontologia que abraçaram profissionalmente. Não.

A almoçarada serviu apenas para pedir aos cujos que publiquem ou exponham os textos mais convenientes aos interesses do pagante do repasto, nomeadamente no que se refere aos mais próximos embates dos lagartos. E assim vai andando a CS... sempre isenta e alheia a interesses impróprios.

Os papantes ainda não desmentiram

Luisão e os blogers do ngb

(entrevista ao pasquim Record - extracto postado)

R - O Benfica tem sido prejudicado pelas arbitragens? Isso tem sido um obstáculo ao crescimento da equipa?
L – Creio que houve alguns momentos da época em que aconteceu alguma coisa, mas não coloco a culpa nas arbitragens. Gosto é que o árbitro seja isento em todos os jogos e apite com a convicção de que está a tomar a decisão certa. Acho que os árbitros fazem isso."

Comentario postado:
 Uma semana depois de Vieira ter atacado   a "Liga da Verdade", eis que Luisão dá uma entrevista ao jornal Record, que é o promotor da...."Liga da Verdade".

Ficamos a saber também que os árbitros apitam com isenção.
Ridículo.

Aquilo que não percebemos:

1 - A relação entre a oportunidade da entrevista de Luisão e o ataque de LFV à Liga da Verdade, promovida pelo pasquim - record - que entrevistou o capitão do Benfica.
2 - Aquilo que, no ngb, ficaram a saber ( " que os árbitros apitam com isenção.") e eu não descubro, tal ter sido dito pelo Luisão, mas sim uma manifestação de gosto futuro.
Isto, para além dos pasquins, normalmente, utilizarem certas formas de registo que deturpam aquilo que é dito pelos entrevistados, retirando-lhe todo o sentido. Coisa que, na actual situação, é de somenos importância para a CS e seus analistas residentes dos programas em vigor.

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Lagartos perdem caso Doyen... o mês de Natal tá lixado pró brunalgas. O rojo voltou.

Sporting perde caso Doyen, informou a Rádio Renascença na edição da Bola Branca.

O Rojo voltou a alvalixo
A Sporting SAD declarara nulo o acordo com aquela empresa de fundos relativo aos direitos económicos do defesa internacional argentino, acusando-a também de violação sistemática do mesmo.  Apesar dos argumentos apresentados, o TAS considerou que a razão neste caso  está do lado da Doyen.
Coitado do clubeco do trio mais que todos (brunalgas - J lagarto e octavio macaco), Afinal não tinham azia, sofriam de obstipção que, curada, virou caganeira. A cor arrojoada foi sintoma que tentaram mascarar sem efeito... a magana voltou.

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

A zanga do brunalgas já chegou ao proezas. Mas há também outras zangas...não reveladas. E azares também


O proezas já não presta para o brunalgas ou será o contrário?. Obviamente, o fulano não está na Liga para fazer as vontadinhas ao brunalgas, nem pode, pois há muitos holofotes em cima da figurinha ex-apitante. Mas essa foi a razão, para ter o apoio lagarto (e do peidoso da madalena) e assim ser eleito.

De entre os obstáculos e decisões falhadas do proezas (Liga), com reflexos positivos para os rastejantes de alvalixo, realçam-se:

A CII da Liga mandou arquivar as queixas dos lagartos/brunalgas contra o Benfica por irrelevantes;  fracasso das negociações para centralização dos direitos televisivos; e a Liga não abdicar do regulamentado sobre matéria relativa ao mercado de inverno em que os lagartos, agora e à pressa pretendiam inscrever jogadores para jogar dia 2.

Mas os "azares" não são só estes ali para alvalixo, são mais estes:

O caso Cardinal aproxima-se do fim, com alegações para finais de Janeiro/16; e o caso Doyen está prestes a ser decidido no TAS e os lagartos podem ter que pagar 22M€.

Portanto, o barafustar contra tudo e mais alguma coisa, não visa mais que evitar o ruído dos "azares" que se aproximam vertiginosamente.

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Arbitros tugas fora do europeu/16. A incompetência não é razão. Falta de querer ver. o mais provavel.

Nenhum arbitro português figura entre os 18 árbitros que vão estar presentes no Campeonato da Europa de futebol de 2016, em França, anunciou a UEFA.

O facto, por muito que os pasquins indigenas tenham procurado esconder, deve-se às miseraveis actuações dos apitantes tugas, dentro e fora do país perante o silêncio e conivência da CS,
de que são exemplos, o Marco Freitas, erradicado na ultima época, e o Jorge Sousa, ontem, ao ter a lata de fechar os olhos a duas penalidades máximas que qualquer invisual assinalaria (Nacional- FCPorto) ambas contra o FCP. Não falando dos antecedentes, como p.e. os que não "viram" um lançamento lateral com os dois pés dentro do campo.
A ausência de artistas do apito do Europeu/2016, é noticiada um dia após o treinador do Benfica ter respondido a uma pergunta, com direito a capa de jornal:
O tratamento não tem sido o mesmo
O que revela a falta de critério uniforme no juizo feito pelos arbitros às ocorrências no decorrer de cada jogo

Registe-se também o papel dos escribas de pacotilha que não colocam perguntas sobre os lances de maior gravidade aos entrevistados e aos pasquins que os omitem. Já as TVs tambem
fazem gala em ignorar ou manipular imagens quando é o Benfica um dos intervenientes e pode beneficiar pelo que ocorre com os seus rivais. Caso contrário, repetem imagens e frames até à exaustão.


sábado, 12 de dezembro de 2015

Eis brunalgas: de comentador e argumentista de filmes arquivados a vencedor falhado da volta a portugal em ciclismo

Brunalgas vira comentador de cinema, depois  do falhanço como recriador do ciclismo
rastejante. Mas dado como vencedor da volta a Portugal próxima.

Diz o lagartóide, a propósito de filmes realizados pelo seu amigo Pedro Proezas da Liga, sob  seu mando e que terminaram no arquivo, por falta de credibilidade do argumentista:

A CII da Liga do Proezas mandou arquivar o "filme" do brunalgas
por falsos argumentos

"Que saudades dos velhos filmes portugueses que nos faziam as delícias do dia. Quem não se lembra da célebre frase de Vasco Santana, no filme Canção de Lisboa: "decisões há muitas, seu palerma!", perdão chapéus... Por falar em filmes, o futebol português atual daria, de certeza, um conjunto deles, que também perdurariam pelos tempos."

Surpresa é o referido ter mandado os seus papagaios exigirem que o filme dos 400 milhões saia dos cofres da NOS

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Bombeiro de alvalixo também quer 40 milhões. Até se atreve a falar em moralidade...



Jaime Marta Soares, presidente da AG dos lagartos falou na SICn sobre o acordo NOS - Benfica àcerca dos direitos televisivos e  interrogou-se:
"Porque não haverá o Sporting de receber o mesmo que o Benfica? Estamos no mesmo patamar, somos um dos grandes clubes portugueses e não somos inferiores ao Benfica. Numa negociação destas, ou há moralidade ou comem todos." ???

O coitado nem pergunta porque não foi o seu clubeco contatar a NOS para firmar um acordo identico ao que o Benfica acabou de firmar. Mas acha-se com direito a receber o mesmo (40 milhões/época) sem mexer uma palha, à boleia, como sempre do maior clube nacional. Falta ao bombeiro de alvalixo, reivindicar à Emirates patrocinio para publicidade nas camisolas.
No meio de tanta baboseira estamos em crer que o citado cujo tomou dose cavalar.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Tonel fora dos 20 eleitos para Florença. Opções tecnicas, justifica, Sá Pinto

Desconhecemos as razões... certo é que Tonel  não foi convocado por Sá Pinto para o decisivo jogo com a Fiorentina, para a Liga Europa. Facto que ocorre após o polémico penalti que deu a vitoria ao ex-clube do central do Belenenses, nos ultimos segundos da partida.


Tonel não escapou a fortes acusações de ter provocado o penalti deliberadamente.

Mais um fracasso do brunalgas... Carrillo dá de frosques

Carrillo fecha a porta, cansado das tropelias albardadas

 do lagartixa brunalgas. 

http://www.ojogo.pt/Futebol/1a_liga/Sporting/interior.aspx?content_id=4921435



terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Advogado ou merceeiro? ou as contas do serviçal do J lagarto. Ignorante e parvalhão analfabeto

LUÍS MIGUEL HENRIQUE: «SE 400 MILHÕES É UM GRANDE NEGÓCIO, 410 EM VENDAS É AINDA MELHOR»

Advogado de J lagarto lembra méritos do técnico
"Se 400 milhões em receitas de 10 anos de transmissões televisivas é um excelente negócio, 410 milhões de euros em vendas em seis anos tem de ser muito melhor. Em 2010, 58 milhões - Di María e Ramires - , em 2011, 63,6 milhões - David Luiz, Fábio Coentrão e Roberto -, 73 milhões em 2012 - Javi Garcia, Witsel, Éder Luiz, Émerson, entre outros -, 2013, 12,5 milhões, 2014, 156 milhões de euros só num ano e 2015, 41,5 milhões. Dá 410 milhões em seis anos. E estão todos contentes porque fizeram 400 milhões em 10 anos. Parabéns, acho um excelente negócio. Mas o outro valor obrigatoriamente tem de ser muito melhor", disparou em declarações à CM TV. "  - extraído do pasquim recócó
.......................
Foi assim mesmo, sem pingo de vergonha ou saber que o serviçal do treinador dos lagartos mostra as vendas de jogadores que o SLB efectuou nos ultimos 6 anos. Esqueceu-se foi de à soma, subtrair os custos dos mesmos jogadores que o SLB pagou aos clubes de origem. O que reduz os valores dos ganhos negóciados, como quer fazer crer esta figurinha ao afirmar que 410 em vendas é melhor que 400 em direitos televisivos. Esqueceu-se ainda, para ludibriar o leitor que os 400 são libertos de onerações. São sem custos de transferência.

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

O negócio entre Benfica e NOS está a provocar pânico entre os clubes rivais e na Liga

Logo após a oficialização do negócio NOS-Benfica, a Liga de Clubes (Pedro Proença) emitiu um comunicado  onde referia com ênfase que:  "as recentes notícias apenas vêm demonstrar o que já era nossa convicção: a dimensão e o potencial do mercado português são ainda maiores do que apontavam as expectativas iniciais."


 A alusão à dimensão e potencial do mercado excederem as sua expectativas é mais um truque de ilusionismo, já que o mercado do Benfica e os direitos da BTV é que foram negociados. Qualquer extrapolação para os outros clubes é abusivo e oportunista. Veja-se o que está acontecer com os patrocinadores das marcas nas camisolas que permanecem limpas.

Pedro Proença, tal como alguns comentadores e analistas da nossa praça, quer iludir o cerne da questão, é que o negocio de 400M€ impede a centralização de direitos televisivos e respectiva negociação , a principal prioridade da Liga.  É por este facto que alguns clubes da Liga já pediram a demissão do ex-árbitro, que tomou posse em final de julho deste ano.

Por outro lado deixa os rivais (FCP e SCP, apoiantes de PProença) entregues a si proprios, aos seus patrocinadores e mercado, o que a acreditar naquilo que ocorre com as camisolas, deixa muito a desejar em contrapartidas financeiras às marcas rivais.

Aguardemos mais novidades no dia 10

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

peidoso da costa e badocha de carvalho via peido Proença (Liga) os grandes derrotados no negócio Benfica - NOS na ordem dos 400 M€

O negocio entre a NOS e o S L B para a venda  dos direitos de transmissão dos jogos do clube em casa e da BTV, foi oficializado.

 São 40 milhões por ano, fechados para os primeiros três anos, que podem ser estendidos a dez e é considerado o maior negócio  de sempre no futebol português, pelo qual a NOS pode pagar 400 milhões de euros ao Benfica ao longo de dez anos, em troca da transmissão dos jogos do Benfica e da BTV.

Com este negócio, cai um dos grandes objetivos de Pedro Proença, novo presidente da Liga de Clubes, de conseguir negociar de forma centralizada os direitos das competições profissionais de futebol. E por isso apoiado pelo rivais do Benfica (peidoso da costa e badocha de carvalho)

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Direitos televisivos, um negócio que promete... 400 milhões por 10 anos pode ser pouco.


Consta que o Benfica tem sido sondado para  negociar os  direitos televisivos que detem (BTV) e que despertaram o interesse de  diversos operadores,  a nível nacional e internacional.
Fala-se que há propostas pela aquisição destes direitos por valores da ordem dos 400 milhões de euros, por 10 anos.  Verba que se nos afigura, como ponto de partida negocial, bastante atractivo.